sábado, 24 de maio de 2008

A FAMÍLIA É O PRIMEIRO CAMPO MISSIONÁRIO

Texto: Mc. 5. 14-19

“Jesus não o permitiu, mas disse: “Vá para casa, para a sua família e anuncie-lhes quanto o Senhor fez por você e como teve misericórdia de você”.


Jesus confrontou seus discípulos dizendo: “Vocês são a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade construída sobre um monte”. (Timbaúba à noite ver-se a distância). O crente cheio de luz brilha... A luz que brilha longe precisa brilhar primeiro perto. É incoerente querer ganhar o mundo pra Cristo, sem se preocupar em ganhar primeiro a família. É hipocrisia ter um “bom testemunho fora” e como crente, ser um fracasso dentro da família. Na maioria das famílias há pessoas não salvas, perdidas, sem Deus e sem Cristo.


A mulher perde a moeda dentro de sua casa: (Lc.15:8) “Ou, qual é a mulher que, possuindo dez dracmas e, perdendo uma delas, não acende uma candeia, varre a casa e procura atentamente, até encontrá-la? E somente munida da candeia (luz) pôde encontrar a moeda (pessoa, algo valioso). Paulo lembra a Timóteo que ser pastor é exercer uma nobre função (I Tm,3:4) “Ele deve governar bem sua própria família, tendo os filhos sujeitos a ele, com toda a dignidade”. A família deve ser o primeiro campo missionário. O texto lido nos informa isto. O homem que fora liberto dos demônios queria ir com Cristo. Mas, Jesus o ordena voltar para casa, para sua família. “Vá para casa, para a sua família...”. A família é o primeiro campo Missionário.

I – ONDE OS FEITOS DO SENHOR PRECISAM SER CONTADOS.

“Anuncie-lhes quanto o Senhor fez por você...”

O homem liberto precisava voltar para casa, agora não mais como um vaso do diabo, mas como boca de Deus, testemunho vivo do poder de Jesus.

Muitas vezes nossas casas enchem-se de todo tipo de notícia e conversas, conta-se e fala-se sobre tudo; SÓ NÃO É DITO O QUE DEUS TEM FEITO. Os apóstolos disseram: “Pois não podemos deixar de falar do que vimos e ouvimos”. (At. 4:20). A família do ex-endemoninhado também precisava de libertação, precisava ver o que Jesus havia feito por ele.

Muitos querem pregar os feitos do Senhor em todo lugar menos em casa, a família é o primeiro campo missionário. Nela somos provados, tentados, mau compreendido, amados, lidamos com inimigos “ os inimigos do homem serão os da sua própria família’ (Mt. 10:36) e amigos...

II – ONDE AS MISERICÓRDIAS DO SENHOR DEVEM REPOUSAR.

“...E como teve misericórdia de você”.

Feliz é a casa onde as misericórdias do Senhor se renovam de dia em dia. Misericórdia significa: - Faceta do amor de Deus que faz com que Ele ajude os aflitos. A palavra misericórdias (hebr. hesed) pode ser traduzida como “concerto de amor” ou “amor imutável”. A casa daquele homem não sabia o que era misericórdia, se o soubesse não tinha abandonado um ente querido num cemitério, sem a mínima condições de vida.

Mas agora ela estava curado, pois havia se encontrado com a misericórdia em pessoa: Jesus. Razão pela qual precisava voltar para sua família e dizer: (Lm.3.22-23) “Graças ao grande amor do SENHOR é que não somos consumidos, pois as suas misericórdias são inesgotáveis. Renovam-se cada manhã; grande é a sua fidelidade!”. A família é o primeiro campo missionário onde as misericórdias sua e do Senhor devem repousar. Não são raras as vezes que somos impiedosos com aqueles que nos cercam. Queremos ser tratados com misericórdia e muitas vezes não tratamos os outros com ela. Cada vez menos as famílias tem demonstrado conhecer o que é misericórdia.

III – ONDE A MENSAGEM DE CRISTO DEVE SER PREGADA COM URGÊNCIA.

“Então, aquele homem se foi e começou a anunciar em Decápolis o quanto Jesus tinha feito por ele. Todos ficavam admirados.

Aquele homem entendeu que Jesus estava lhe dando uma missão à cumprir. “Então, aquele homem se foi e começou a anunciar...” Não existe missão maior do que a missão de restaurar sua própria família. Jesus incentivou aquele homem a voltar para casa porque sua família necessitava de salvação, perdão, arrependimento, misericórdia, quebrantamento, compreensão, amor e somente aqueles que tiveram seu encontro pessoal com Jesus podem proporcionar tais sensações.

Aquele homem anuncia, a partir de sua própria vida, o que Jesus fez.: “começou a anunciar em Decápolis o quanto Jesus tinha feito por ele.”.

Lamentavelmente há crentes que só pregam para os de fora, porque dentro de casa não tem vida cristã autêntica, não tem interesse, não vê a família como campo missionário. Porém, Jesus nos pede hoje para voltarmos pra casa, pois temos muito a anunciar., muito o que conversar com a nossa família.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua Opinião!