quinta-feira, 17 de junho de 2010

APRENDEI DE MIM

Texto: (Evnagelho de Mateus, 11.29)


"Tomai sobre vós o Meu jugo, e aprendei de Mim, porque sou Manso e Humilde de coração; e achareis descanso para vossas almas."


O Senhor Jesus nos fala para aprender d'Ele. Desafio grande este feito por Cristo; porque nem todo mundo quer aprender... Há pessoas que resistem aos ensinos, e a sabedoria dos mais experientes. Mas eis o convite de Cristo: Aprender:


I - Porque é Manso e Humilde de coração, e jamais resistiu a qualquer tipo de oposição.

Essa mansidão Lhe custou muita humilhação, Jesus era tão pacífico que as pessoas zombavam Dele. Era humilde nunca usou seus poderes divinos em causa própria.

Era o Filho de Deus Mas nem por isso Se considerou em alta conta: via os outros como superiores, servindo-os - até mesmo os traidores - com Seu amor abnegado... Porque o Filho do homem também não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos (Mc.10:45)


A falta de mansidão e humildade tem levado muitos a esfriarem na fé já ouvi muitos crentes dizerem: “sou pavio curto, nasci assim e comigo é assim”. E, já vi o fim de muitos...


II - Indiscutivelmente, Ele foi Manso e Humilde por excelência também diante de toda injustiça e rejeição.


Seu coração era humilde, estava a todo tempo submetido à vontade do Pai, a ponto de Sua vontade pessoal ser a própria vontade do Pai. “não seja como eu quero, e sim como tu queres.” (Mt.26:39)

Diante do Senhor Deus, tudo o que Lhe era pessoal e exclusivo inexistia... Mesmo enfrentando tamanha responsabilidade, teve paz no coração e a certeza de que, no centro da vontade divina, sempre estaria seguro e garantido. “Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito! E, dito isto, expirou.” (Lc.23:46). Quando Todos o rejeitaram injustamente Ele soube onde se refugiar.

III - Para que nós fossemos felizes e bem sucedidos, Ele declarou: "tomai sobre vós o Meu jugo e aprendei de Mim [comigo], ... e acharei descanso para vossas almas"

O descanso do Senhor começa em nosso interior, vai, nos tomando pouco a pouco, vamos nos apegando às Suas promessas e garantias, até que não cabe em nós, e inevitavelmente refletimos exteriormente. "Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós." (II Coríntios 4 : 7)


Estevão foi um exemplo disso: foi em meio a pedradas e dor que viu a glória de Jesus (seu Salvador) em quem sua alma descansou Estevão sabia muito bem em "E disse: Eis que vejo os céus abertos, e o Filho do homem, que está em pé à mão direita de Deus." (Atos 7 : 56)


“Mas eu sei em quem tenho crido...” disse o apóstolo Paulo; ele sabia em Quem havia colocado a sua confiança

Sempre que sofremos oposições e a elas tentamos resistir, a paz nos escapa! A regra para a vida espiritual é o inverso da regra da vida natural. Espiritualmente, o último torna-se o primeiro; "Melhor é o fim das coisas do que o princípio delas;” (Eclesiastes 7 : 8)

Os aflitos não se abatem, mas vencem o mundo; os sofredores, que muitas vezes choram sozinhos e se encontram desprezados, encontram garantia e consolo nos braços de Jesus Cristo. Desde que aprendamos com Ele.

Em Cristo Jesus

Um comentário:

  1. Bela mensagem pastor, que Deus continue lhe inspirando...

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua Opinião!